As vendas a retalho na zona euro aumentaram, em abril, 0,1% face a março, e 2,5% em termos homólogos, com Portugal a registar a terceira subida em cadeia da União Europeia (UE), divulga o Eurostat.

No conjunto da UE, o volume de vendas a retalho subiu 0,5% face a março e 3,0% na comparação com abril de 2016.

Na variação em cadeia, as maiores subidas nas vendas a retalho tiveram lugar no Reino Unido (2,8%), na Finlândia (2,0%), em Portugal e na Suécia (1,5% cada) e as principais quebras na Croácia (-2,1%), na Áustria (-1,2%) e na Hungria (-0,8%).

Ainda segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, os maiores aumentos homólogos registaram-se no Luxemburgo (11,3%), na Eslovénia (10,4%) e na Irlanda (8,4%), tendo sido registado apenas um recuo, de -0,8%, na Bélgica.