A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu esta semana, num armazém em Lamego, 35 toneladas de carne por falta de licenciamento e outras três toneladas por estarem impróprias para consumo.

Durante a investigação, as autoridades verificaram que “nas caixas de alguns produtos, existia uma rotulagem com data de validade ultrapassada e uma segunda etiquetagem com nova data de congelação e data de validade”. Tudo para que a carne pudesse ser novamente comercializada.

Na sequência da apreensão, com um valor total superior a 61 mil euros, foi detido um dos responsáveis da empresa, acusado do crime de comercialização de produtos anormais avariados, refere um comunicado emitido pela ASAE este sábado. O armazém foi encerrado.