O Tribunal de Recurso do 9.º Distrito, em São Francisco, decidiu esta segunda-feira manter o veto ao denominado decreto anti-imigração que Donald Trump defendera em março e que pretendia proibir a entrada nos Estados Unidos de refugiados e nacionais de seis países de maioria muçulmana.

De acordo com este Tribunal de Recurso, e à semelhança do que já tinha declarado um juiz federal do Estado do Havai, Donald Trump excedeu a sua autoridade, pelo que as medidas devem manter-se bloqueadas.

Juiz norte-americano trava novo veto de Trump à imigração

O assunto já chegou também ao Supremo Tribunal dos EUA.