O PCP vai reunir o Comité Central, órgão dirigente alargado entre congressos, pela segunda vez em 2017 no domingo “para analisar a situação política e social e tarefas do partido”, segundo fonte comunista.

Na sede nacional do PCP, Lisboa, os 146 eleitos na reunião magna de dezembro de 2016 (que decorreu em Almada), e convocados para a reunião, deverão debruçar-se, entre outros assuntos, sobre a tragédia dos fogos florestais que atingiu a região centro do país provocando 64 mortos, além das eleições autárquicas que se realizam em 01 de outubro e a posterior discussão sobre o Orçamento do Estado para 2018.

O encontro tem início marcado para as 11h00 e o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, dará uma conferência de imprensa sobre as principais conclusões até àquele momento, pelas 18h00.

A última reunião do Comité Central comunista estendeu-se pelo fim de semana de 18 e 19 de fevereiro e o líder comunista, além de abordar a problemática da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e das eleições autárquicas, enalteceu a contribuição do seu partido nas conquistas do país com a nova correlação de forças no parlamento desde outubro de 2015: “medidas e avanços que um governo maioritário do PS nunca adotou nem adotaria”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR