O construtor espanhol do Grupo Volkswagen vai apresentar dentro de quatro dias, com pompa e circunstância, o seu mais recente produto, o Arona, denominação do novo SUV compacto em que a Seat, especialmente depois do sucesso do Ateca, deposita grandes esperanças. As formas do futuro concorrente do Renault Captur e do Peugeot 2008, os actuais líderes do segmento, ainda estavam no segredo dos deuses, mas eis que o modelo foi apanhado a circular em Barcelona. Ou melhor, a voar, pois encontrava-se a uma distância considerável do solo quando foi apanhado por um fotógrafo de ocasião.

Recorrendo à plataforma MQB, a mesma que serve o Ibiza, o Arona aparenta possuir uma estética feliz, no que é reforçado por uma carroçaria bicolor, com o tejadilho a revelar uma coloração distinta, o que fará disparar o potencial de personalização do modelo.

Se a frente recorre a uma linha bem de acordo com as mais recentes soluções estéticas da marca espanhola, com a novidade de incluir embelezadores a imitar as antigas protecções de cárter e de diferencial, à frente e atrás, os painéis laterais exibem elementos típicos dos SUV, ou crossover, como não podia deixar de ser. Assim, saltam à vista as embaladeiras volumosas e revestidas em plástico, material que surge igualmente nas protecções que envolvem as cavas das rodas, contribuindo para reforçar o ar durão do veículo.

Sabe-se já que o Arona recorrerá às mecânicas do Ibiza, com destaque para o 1.0 TSI sobrealimentado, com três cilindros e 115 cv, com a gama a ser certamente complementada com versões mais e menos possantes, a gasolina e diesel.