Foi uma das maiores estrelas contemporâneas do design automóvel europeu, quando não mundial. E um dos mais premiados profissionais da sua área, contando no seu currículo com inúmeras criações inesquecíveis pela sua beleza e originalidade. Walter de Silva é um designer multifacetado, mas a face mais visível do seu trabalho será, sem dúvida, a desenvolvida no sector automóvel, seja ao serviço do estúdio IDEA, ou como responsável máximo pelo design da Fiat, da Alfa Romeo, do próprio Grupo Fiat, da Seat, da Audi e do Grupo Volkswagen no seu todo – lugar que abandonou no final de 2015.

Agora, cerca de ano e meio depois da sua saída do conglomerado germânico, e um mês passado sobre a sua contratação pela Erdag, Walter de Silva está já aos comandos do seu primeiro novo projecto: desenhar automóveis eléctricos para um grande construtor chinês, que o grupo alemão da área da engenharia automóvel se escusou a revelar.

Na sua nova empresa, o designer italiano de 66 anos será o responsável máximo não só pelo design, como também pelo desenvolvimento e estratégia de marketing de novos modelos, e terá como principal missão “desenvolver novos conceitos de design para uma indústria automóvel em mutação”, estando sediado na filial de Barcelona da Erdag, onde laboram 560 designers, engenheiros e técnicos. Tudo apontando para que, mais uma vez, se cumpra a máxima de que “velhos são os trapos”.