Manifestações

Polícias manifestam-se esta quarta-feira contra falta de respostas do Governo

Os polícias realizam, esta quarta-feira em Lisboa, uma manifestação em Lisboa. Entre as principais reivindicações está o cumprimento na totalidade do estatuto profissional da PSP.

A manifestação termina com a entrega de um documento com as principais reivindicações no Ministério da Administração Interna

João Paulo Trindade/LUSA

Os polícias realizam esta quarta-feira, em Lisboa, uma manifestação nacional para protestar contra a falta de respostas do Governo às principais reivindicações e demonstrarem indignação pela forma como estão a ser tratados.

A manifestação, que vai contar com polícias de todo o país, foi inicialmente marcada pela Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), mas vai também contar com a participação do Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP/PSP), Sindicato Independente dos Agentes de Polícia (SIAP) e Sindicato da Carreira de Chefes.

O presidente da ASPP, Paulo Rodrigues, disse à agência Lusa que o protesto, que se realiza a partir das 17h30 entre os Restauradores e o Terreiro do Paço, vai contar com polícias de todo o país, estando previsto sair da região norte 15 autocarros.

Paulo Rodrigues adiantou que a manifestação nacional dos polícias realiza-se após a ASPP ter entregado, em abril, um documento ao primeiro-ministro com as principais reivindicações e, até ao momento, os polícias não terem recebido qualquer resposta.

Entre as principais reivindicações estão o cumprimento na totalidade do estatuto profissional da PSP, a demora na conclusão dos concursos de promoção e no desbloqueamento dos índices remuneratórios, além da falta de aprovação do subsídio de risco.

Os polícias exigem também novas admissões na Polícia de Segurança Pública e promoções regulares, bem como a publicação da lista das passagens à pré-aposentação com a devida antecedência e o fim da taxa de sustentabilidade para os aposentados.

A manifestação termina com a entrega de um documento com as principais reivindicações no Ministério da Administração Interna.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eutanásia

Porque vou votar contra a eutanásia /premium

Inês Domingos

Vou votar contra porque acredito que a dignidade humana não se esgota com as nossas capacidades ou com o nosso estado de saúde. Para mim, a dignidade do ser humano persiste até ao último sopro. 

Congresso do PS

A caminho do bloco central? /premium

João Marques de Almeida

Costa quer lavar a imagem do PS perante o eleitorado e Rio é o melhor aliado para o fazer. Já Rio precisa de poder para se manter na liderança do PSD após 2019 e, como PM, Costa pode ajudar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)