Uma pessoa morreu e pelo menos seis ficaram feridas durante um tiroteio num hospital na cidade de Nova Iorque, avança a Associated Press. De acordo com a agência, o tiroteio começou às 14h50 locais (19h50 na hora de Lisboa), no hospital Bronx Lebanon, no bairro do Bronx.

Segundo a polícia de Nova Iorque, o atirador estaria vestido de médico e ter-se-á suicidado. Fonte das autoridades nova-iorquinas disse à CNN que o atirador seria um antigo funcionário do hospital, supostamente um antigo médico que já lá tinha trabalhado. “O atirador está morto. Várias outras pessoas estão feridas”, detalhou a polícia, através do Twitter.

Segundo a Associated Press, o atirador chamava-se Henry Bello e era um antigo médico daquele hospital, que entrou no edifício vestido de bata e com uma espingarda escondida no interior. Matou pelo menos uma pessoa e deixou seis feridas antes de se matar.

No local estão várias viaturas da polícia e dos bombeiros, havendo vários agentes armados nos telhados do hospital.

Com perto de mil camas, trata-se de um dos hospitais mais movimentados de Nova Iorque e integra um sistema de saúde sem fins lucrativos para os habitantes daquela zona da cidade.

A polícia de Nova Iorque já apelou a que seja evitada a circulação na área.

Entretanto, o mayor de Nova Iorque, Bill de Blasio, já foi informado da ocorrência e encontra-se neste momento a caminho do local.