Vinte e nove concelhos do continente, incluindo seis na região sul, estão em risco “máximo” de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Segundo dados colhidos no ‘site’ do IPMA, outros 65 concelhos do continente estão em risco “muito elevado” de incêndio e cerca de 100 estão em risco “elevado” de incêndio.

Os outros concelhos do país apresentam risco “moderado” e “reduzido” de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre “reduzido” e “máximo”.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13h00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.