Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Dez pessoas deram entrada esta segunda-feira no Hospital de Abrantes na sequência de dois fogos, um na zona de Crucifixo, freguesia do Tramagal, concelho de Abrantes, e outro na freguesia de Asseiceira, concelho de Tomar. Ambos deflagraram por volta das 12h00.

Entre os feridos, três são bombeiros e os restantes são sapadores florestais de uma equipa da Afocelca, confirmou o gabinete de imprensa do Hospital de Abrantes ao Observador. Três dos feridos deram entrada no hospital por inalação de fumos, dois ficaram em estado grave, com queimaduras na via aérea, acabando por ser transportados para o Hospital de São José, em Lisboa. Outros cinco sofreram queimaduras e dois foram transportados para o Hospital da Prelada, no Porto. Uma jovem bombeira foi internada com uma fratura na sequência de uma queda que sofreu no combate às chamas, confirmou também o gabinete.

Há ainda um idoso de 71 anos que ficou ferido com gravidade, confirmou Lurdes Fernandes, presidente da Junta de Freguesia de São Pedro de Tomar ao Observador. O homem sofreu queimaduras de 1º grau na cara e de 2º grau nas mãos, ao tentar salvar os seus bens. O idoso, residente na aldeia de Macieiros, freguesia de S. Pedro de Tomar, foi também levado para o Hospital de Abrantes.

O fogo, que a presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse estar a “evoluir favoravelmente”, está a ser combatido por 169 operacionais, ajudados por 52 viaturas e um meio aéreo. O incêndio andou nas proximidades de Crucifixo, não havendo, no entanto, registo de casas em perigo, acrescentou a autarca.

Segundo avançou o CM, as estradas que ligam a Linhaceira à Asseiceira e Santa Cita à Linhaceira, estão cortadas. Os incêndios estão a causar perturbações na circulação de comboios, estando cortada a Linha do Norte, pelo menos entre as estações do Entroncamento e de Abrantes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR