Os titulares de cartões UnionPay emitidos na China não podem, a partir desta terla-feira, fazer levantamentos nos multibancos das instituições de crédito em Macau que não disponham de tecnologia de reconhecimento facial (KYC, sigla em inglês).

A decisão foi anunciada na segunda-feira pela Autoridade Monetária de Macau (AMCM) para garantir a “segurança do sistema financeiro local e reforçar a proteção dos direitos e interesses dos titulares dos cartões bancários do interior da China”.

A AMCM pediu aos bancos locais a instalação faseada, durante o corrente ano e em todas os multibancos (máquinas ATM), da tecnologia “conheça o seu cliente” (KYC) para reforçar a identificação do cliente.

Esta medida não vai afetar os titulares de cartões bancários residentes locais e os de cartões emitidos em outras jurisdições.

Até domingo passado já havia mais de 830 máquinas ATM em funcionamento no território com a tecnologia KYC instalada.