Startup americana de capitais chineses, autora (entre outros concepts) do SUV FF 91, cuja versão de produção deverá chegar ao mercado em 2018, a Faraday Future (FF) continua a surpreender. Agora, na famosa rampa de Pikes Peak, onde um FF 91, conduzido pelo principal engenheiro da marca, Robin Shute, terminou os 19,99 km da prova, feitos ao longo de 156 curvas e um desnível de 1.440 m, com o tempo de 11m25,083 segundos. Ou seja, mais de 20 segundos a menos que o anterior recorde.

A prestação do FF 91 até poderia ter sido um pouco melhor, já que, durante a subida, o eléctrico terá sofrido um ligeiro corte de energia, que terá obrigado o condutor a fazer um reboot de todo o sistema. O que, ainda assim, não impediu o veículo da FF de fixar um novo recorde para veículos eléctricos de produção, naquela que é considerada a segunda prova de automóveis mais antiga realizada nos EUA.

[jwplatform e4J7Hzlk]

Ainda assim, e sobre a definição “veículo de produção” em concreto, importa referir que não deixa de ser um conceito relativamente lato para a organização da prova norte-americana. A demonstrá-lo, o facto de o FF 91 não ser, realmente, uma versão já de produção, mas sim um veículo de desenvolvimento equipado com hardware, software e aerodinâmica de produção, conforme reconhece, em comunicado, a própria marca.

O meu objectivo, na corrida, foi levar o FF 91 além daquilo que nós pensámos que ele fosse capaz”, referiu Robin Shute. “Pudemos identificar alguns aspectos relacionados com a retransmissão do pack de baterias e selagem de todo o sistema que, uma vez solucionados, resultarão em melhoramentos no processo de produção. É isso que faz desta participação um sucesso.”

O FF 91 conta com uma conjugação de motores que, debitando mais de 1.050 cv de potência nas quatro rodas, lhe permitem acelerar dos 0 aos 100 km/h em 2,4 segundos. Utilizando, para tal, a energia armazenada num pack de baterias com uma capacidade de 130 kWh e que tem na base uma tecnologia denominada “Echelon Inverter”, patenteada pela FF. A qual, segundo a própria marca, permite obter mais energia, recorrendo a um sistema mais compacto.

Já em termos de autonomia, são anunciados cerca de 700 km com uma única carga, sendo que, recorrendo a um sistema de carregamento de 240V concebido para habitações, será possível recuperar cerca de 50% da autonomia em 04h30.

Como curiosidade, refira-se que a edição deste ano da Pikes Peak Internacional Hill Climb consagrou Romain Dumas, o qual cumpriu o trajecto em 9m05,332s, ao volante de um Norma MXX RD Limited.