454kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

"Drops", um salto de LINCE

Este artigo tem mais de 4 anos

"Drops", o EP de estreia do projeto a solo de Sofia Ribeiro, é um disco macio e sem arestas. A fórmula não tem nada de novo, mas nem por isso merece menos atenção.

Sofia Ribeiro foi a teclista dos WE TRUST. Agora a solo, atua esta sexta-feira no NOS Alive
i

Sofia Ribeiro foi a teclista dos WE TRUST. Agora a solo, atua esta sexta-feira no NOS Alive

Sofia Ribeiro foi a teclista dos WE TRUST. Agora a solo, atua esta sexta-feira no NOS Alive

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Há discos que se ouvem sem surpresa porque representam uma continuidade sobre o que já se conhece. Foi o que se passou com Drops, o EP de estreia de LINCE, o nome artístico escolhido por Sofia Ribeiro para o projeto a solo. Editado na passada sexta-feira, acrescenta dois temas aos três já divulgados — “Call Me Home”, “Earth Space” e “Puzzles”, este último um single e vídeo que o Observador estreou no passado dia 22 de junho.

Estreia. LINCE tem um novo single (e vídeo)

Conhecer com antecedência a maior parte da matéria faz esmorecer um pouco a curiosidade pelo conjunto final, mas isso não lhe tira o mérito. Este EP é um belo postal que ilustra um caminho que já tem anos, como nos contou Sofia Ribeiro, em entrevista. A artista vimaranense começou a compor Drops há quatro ou cinco anos, apenas “faltava juntar as peças” e trabalhá-las até se identificar com elas. Estas canções foram sendo feitas ao mesmo tempo em que se dava a conhecer como teclista dos WE TRUST, banda que lhe deu também experiência e maturidade artística.

A vontade de seguir a solo é antiga mas só foi decidida há cerca de dois anos. “O meu principal instrumento é a voz”, é por isso com naturalidade que se torna uma frontwoman e dá agora o salto. A ajuda de André Tentúgal (líder dos WE TRUST) surgiu com naturalidade e a ela se juntaram a experiência de João Bessa (mistura) e Mário Barreiros (masterização). O resultado final é um disco de eletrónica cantada, macio e sem arestas. A fórmula não tem nada de novo, mas nem por isso merece menos atenção. Porque cada história é única e Sofia Ribeiro tem uma para contar.

Capa de Drops, o EP de estreia de LINCE (edição de autor)

O lince é um animal astuto, atraente, forte e atento. E raro. Sofia Ribeiro explicou-nos que não houve uma razão óbvia ou concreta para escolher este nome, simplesmente andava à procura de palavras que fizessem sentido e que definissem a sua música e “não queria que o projeto tivesse o meu próprio nome, queria que ele fosse mais que a pessoa, queria ir além disso”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Diz ser uma mulher reservada e confessa que estas cinco canções têm uma base autobiográfica, porque a música é o sítio onde se consegue libertar do que a incomoda. Quem a conhece sabe que ela está em todas as canções, a sua vida, as experiências pessoais e íntimas. A música é muitas vezes uma válvula de escape, para quem a faz e para quem a ouve.

Drops tem apenas cinco canções que duram 17 minutos e 27 segundos, o tempo que é preciso para fazer arrancar um projeto com pernas para correr. LINCE já está a compor novos temas e espera lançar um álbum no próximo ano, mas prefere não criar expectativas, quer deixar a coisa crescer com os pés assentes no chão. Talvez por isso nos tenha dito que se sente “ansiosa” para o concerto que vai dar na próxima sexta-feira, no segundo dia do NOS Alive. Sofia Ribeiro vê na oportunidade “uma grande responsabilidade”, que vai partilhar com Rui Sousa, músico, amigo e conterrâneo (são ambos de Guimarães) que a tem acompanhado ao vivo — sexta-feira dia 7 no palco Coreto by Arruada, às 19h45. Seguramente uma oportunidade ganha, que os linces são animais que não costumam perder.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.