Mais de 100.000 migrantes chegaram desde janeiro à Europa atravessando o Mediterrâneo e 2.247 morreram ou desapareceram no mesmo percurso, anunciou esta terça-feira em Genebra a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Daquele total, mais de 85.000 deslocaram-se para a Itália e perto de 9.300 para a Grécia, segundo os últimos dados divulgados pela OIM. Além destes, perto de 6.500 chegaram a Espanha.