Francisco Varatojo, diretor do Instituto Macrobiótico de Portugal, está desaparecido deste esta quinta-feira. Varatojo tinha ido mergulhar com amigos perto do Cabo Espichel e não voltou para junto do grupo no fim da atividade.

O jornal Sol avança que Francisco Varatojo é um mergulhador experiente e que tinha saído esta manhã de Sesimbra, num barco próprio para a prática da atividade, com um grupo de mais quatro amigos.

A mesma publicação adianta que neste momento estão a decorrer buscas por ar e por mar.

Os cinco amigos mergulharam e todos lançaram a boia de sinalização que significava o regresso ao barco. Terão dado aí pela falta de Francisco Varatojo, que é um dos mais reconhecidos nomes da Macrobiótica em Portugal e no estrangeiro.

Francisco Varatojo iniciou-se no estudo da Macrobiótica em 1977 e foi o fundador do Instituto Kushi, após ter estudado no Instituto Kushi de Boston, onde foi assistente pessoal do próprio Michio Kushi, o japonês, falecido em 2014, de cancro do pâncreas, que levou os princípios da Macrobiótica moderna até aos Estados Unidos.

A Macrobiótica preconiza uma ligação holística entre o corpo e a mente, sustentada no velho lema “mente sã em corpo são”. Na página “My Macroexotic World”, o próprio Francisco Varatojo assina um artigo onde explica os objetivos deste estilo de vida:

“A Macrobiótica não é exclusivamente uma dieta, um regime, mas sim um estilo de vida que tem como objetivo último ajudar-nos a desenvolver o nosso potencial humano, ao seguirmos as leis da natureza dum ponto de vista biológico (através da alimentação), ecológico (fazendo escolhas diárias que contribuem para uma melhor qualidade de vida ambiental), social e espiritual (tratando os outros com amor e compaixão e assumindo a nossa responsabilidade como um pequeno elo numa vasta cadeia de seres e fenómenos).

Na sua biografia, na página do Instituto Macrobiótico de Portugal, lê-se ainda a extensa lista de livros que escreveu: “Mente Sã, Corpo São”, “Pequeno Livro da Saúde Natural”, “Livro de Diagnóstico Oriental”, “Ki das 9 Estrelas”, “Alimentação Macrobiótica” “Fundamentos do Pensamento Oriental e Macrobiótico”, “Remédios Caseiros” e “Deliciosas Receitas Macrobióticas”.

Foi presidente da International Macrobiotic Assembly durante 6 anos e um dos responsáveis por uma clínica internacional em Espanha.