A proposta de aquisição, à General Motors (GM), do negócio automóvel da Opel/Vauxhall pelo Grupo PSA, liderado pelo português Carlos Tavares, acaba de ser oficialmente aprovada pelas autoridades da concorrência da União Europeia.

Uma vez concretizada a integração das duas empresas, daqui resultará um dos maiores grupos automóveis do mundo, e o segundo maior da Europa, que se espera que venha a servir de sustentáculo ao crescimento sustentável do conglomerado a nível global.

A transacção prevê, igualmente, a aquisição das operações financeiras da GM na Europa pelo BNP Paribas e pelo próprio Grupo PSA. Uma vertente do negócio que carece, também, de aprovação por parte das autoridades da concorrência europeias, a qual as partes esperam que seja favorável e oficialmente tomada durante o segundo semestre deste ano.