O tenista português João Sousa foi multado em cerca de 1.750 euros pela organização de Wimbledon por “obscenidades audíveis”, proferidas durante a sua derrota frente ao alemão Dustin Brown na primeira ronda do ‘Grand Slam’ londrino.

O número um português foi multado por palavras impróprias dirigidas ao árbitro na reta final do seu encontro da primeira ronda de singulares, que já lhe tinham valido um ‘warning’ ainda em ‘court’.

Sousa que esta semana, pela primeira vez desde setembro de 2013, está fora do ‘top 60’ mundial (é 62.º), tem sido notícia nos últimos dias pelas obscenidades que proferiu durante a derrota por 3-6, 7-6 (7-5), 6-4 e 6-4 frente ao 97.º classificado do ‘ranking’.