O piloto de automobilismo luso-macaense André Couto foi transferido este domingo para um hospital de Hong Kong, onde vai ser operado, depois de ter sofrido um acidente, no sábado, no circuito de Zhuhai, adjacente a Macau.

O carro de André Couto, que corre com licença de Macau, embateu nas barreiras do circuito a cerca de 160 quilómetros por hora, durante a segunda corrida do campeonato de GT da China, disse a organização da prova, citada pela Rádio Macau.

A família indicou, através do Facebook, que o estado de saúde do piloto é estável, acrescentou a rádio. André Couto fraturou uma vértebra e vai ser operado em Hong Kong, desconhecendo-se quanto tempo ficará fora da competição, referiu.

“O André sofreu um grave choque frontal hoje [sábado] no circuito de Zuhai. Está estável e não em situação crítica, mas ficou gravemente ferido. Foi conduzido para o hospital de Zuhai e vai ser transferido para Hong Kong de helicóptero para uma cirurgia adicional, devido a uma vértebra partida”, explicou um familiar do piloto através do Facebook.

Aos 40 anos, o português André Couto — que também tem nacionalidade de Macau — é um dos principais automobilistas a competir profissionalmente na Ásia. É, aliás, o primeiro piloto a representar Macau nas provas de mais alto nível do automobilismo, incluindo o campeonato de GT da China e o Super GT, campeonato japonês.

To All friends of Andre Couto and my friendsSince the news are spreading quickly, and I had receive already several…

Posted by Carlos Macedo E Couto on Saturday, 8 July 2017