O ator Shia LaBeouf foi detido na madrugada do passado sábado, por embriaguez e por desacatos na via pública, em Savannah, na Georgia, Estados Unidos. Depois de pagar uma multa de 7.000 dólares, aproximadamente 6.142 euros, foi libertado no domingo à tarde e será presente a tribunal brevemente, segundo o relato do xerife daquela força policial.

LaBeouf, ator da saga Transformers, aproximou-se de um agente para lhe pedir um cigarro e “quando o seu pedido foi negado, ele alterou-se, proferiu insultos e usou linguagem vulgar em frente a mulheres e crianças”, de acordo com o comunicado do Departamento de Polícia Metropolitana de Savannah-Chatham citado pela CNN.

Foi pedido ao ator que se retirasse daquela área, o que provocou um comportamento agressivo.

Quando o agente tentou deter LaBeouf, este correu para um hotel das proximidades. Ele foi detido nesse hotel, onde continuava com um comportamento desordeiro”, lia-se no comunicado da polícia.

Esta não foi a primeira vez que o ator, de 31 anos, foi detido. Os episódios anteriores são, em grande parte, semelhantes a este.

Em 2008, foi detido depois de ter sido apanhado a conduzir com uma taxa de alcoolemia superior à legalmente permitida. Anos depois, em 2014 e em 2015, voltou a ser preso por desordem pública, no mesmo ano em que foi detido uma segunda vez depois de ter agredido fisicamente um manifestante durante um protesto contra o (agora) presidente Donald Trump. Este ano, em janeiro, regressou à prisão depois de se ter envolvido numa briga com um homem, na sua própria exposição de arte.

LaBeouf está em Savannah a filmar um filme, “The Peanut Butter Falcon”, com Dakota Johnson e Bruce Dern.