Chris Christie, governador de New Jersey, está envolvido em mais uma polémica. Depois ter mandado encerrar as praias do estado no dia 1 de julho, perto do feriado nacional, e de ter sido fotografado na praia na companhia da família à revelia de tudo e de todos, o republicano trocou palavras duras com um ouvinte em direto, quando falava num programa de rádio.

Governador de Nova Jersey encerra praias e é apanhado em flagrante

Christie estava num programa de rádio quando um ouvinte ligou para comentar o facto de o governador ter mandando encerrar as praias e de ter sido, posteriormente, apanhado em flagrante. “Governador, da próxima vez que se quiser sentar numa praia que está fechada a todos à exceção de si, ponha o seu rabo gordo no carro e vá a uma [praia] que esteja aberta a todos os seus constituintes”, disse o ouvinte, que se identificou como sendo “Mike de Montclair” e que, no decorrer da conversa, o haveria de chamar de “bully”.

https://twitter.com/SportsFunhouse/status/884493741737873408?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.washingtonpost.com%2Fnews%2Fthe-fix%2Fwp%2F2017%2F07%2F10%2Fnew-jersey-is-calling-chris-christie-names-and-now-hes-calling-them-names-right-back%2F

Ao comentário do ouvinte, o governador respondeu chamando-o de “comunista”. “Sabe, Mike, adoro receber chamadas de comunistas em Montclair”, disse. E não se ficou por aí. O governador usou ainda a expressão “vagabundo” para ofender “Mike de Montclair”.

Um outro ouvinte teve um comportamento semelhante, recorda a BBC, ao criticar Christie por apoiar Donald Trump. O governador respondeu assim: “Estou muito aliviado por não termos uma criminosa como a Hillary Clinton na Casa Branca”.