Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Chris Christie, governador de New Jersey, está envolvido em mais uma polémica. Depois ter mandado encerrar as praias do estado no dia 1 de julho, perto do feriado nacional, e de ter sido fotografado na praia na companhia da família à revelia de tudo e de todos, o republicano trocou palavras duras com um ouvinte em direto, quando falava num programa de rádio.

Governador de Nova Jersey encerra praias e é apanhado em flagrante

Christie estava num programa de rádio quando um ouvinte ligou para comentar o facto de o governador ter mandando encerrar as praias e de ter sido, posteriormente, apanhado em flagrante. “Governador, da próxima vez que se quiser sentar numa praia que está fechada a todos à exceção de si, ponha o seu rabo gordo no carro e vá a uma [praia] que esteja aberta a todos os seus constituintes”, disse o ouvinte, que se identificou como sendo “Mike de Montclair” e que, no decorrer da conversa, o haveria de chamar de “bully”.

https://twitter.com/SportsFunhouse/status/884493741737873408?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.washingtonpost.com%2Fnews%2Fthe-fix%2Fwp%2F2017%2F07%2F10%2Fnew-jersey-is-calling-chris-christie-names-and-now-hes-calling-them-names-right-back%2F

Ao comentário do ouvinte, o governador respondeu chamando-o de “comunista”. “Sabe, Mike, adoro receber chamadas de comunistas em Montclair”, disse. E não se ficou por aí. O governador usou ainda a expressão “vagabundo” para ofender “Mike de Montclair”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Um outro ouvinte teve um comportamento semelhante, recorda a BBC, ao criticar Christie por apoiar Donald Trump. O governador respondeu assim: “Estou muito aliviado por não termos uma criminosa como a Hillary Clinton na Casa Branca”.