O Museu da Florida do Sul está profundamente triste por partilhar a notícia de que o nosso adorado Snooty morreu“, pode ler-se no comunicado do museu da Florida do Sul. Snooty era o manatim mais velho do mundo e estava naquele museu desde os 11 meses de idade. Tinha feito 69 anos um dia antes do trágico desfecho.

“A morte do Snooty foi um acidente desolador e as circunstâncias estão a ser investigadas para que consigamos assegurar todos os detalhes do que aconteceu”, continua o comunicado.

O museu também partilhou a notícia no seu Facebook, tal como no seu Twitter.

The South Florida Museum is deeply saddened to share the news that our beloved Snooty has died. Snooty’s death was a…

Posted by The Bishop Museum of Science and Nature on Sunday, 23 July 2017

De acordo com o museu, o manatim morreu depois de ter ficado preso numa zona de manutenção que fazia ao tanque onde estava. A mesma fonte disse que Snooty conseguiu entrar nessa área porque a porta que lhe dava acesso estava aberta. O comunicado garante que os restantes três manatins – Randall, Baca e Gale – estão bem.

A zona do aquário do museu continuará fechada enquanto a investigação estiver em curso.

Snooty chegou ao museu do Sul da Florida em 1949, com apenas 11 meses de idade. Estava listado no Recorde do Guinness 2017 como o manatim mais velho do mundo mantido em cativeiro e era descrito como inteligente e social.