Uma idosa belga de 79 anos decidiu ir dar uma voltinha de carro, à noite. Facto que não seria propriamente motivo de notícia, não fora o caso de ter sido apanhada pelas autoridades locais, a conduzir o seu automóvel, a uma velocidade de 238 km/h!

A septuagenária, que é proprietária de um Porsche Boxster GTS, com o qual havia decidido ir “dar uma voltinha”, acabou por ter de comparecer perante um juiz, devido ao excesso de velocidade. Ao qual, no entanto, além de confirmar que era mesmo ela que seguia ao volante, terá explicado a razão do sucedido: estava em casa, já noite e, como não conseguia adormecer, decidiu conduzir um pouco para relaxar. Sendo que, neste passeio nocturno, só não se terá apercebido que circulava a uma velocidade tão elevada!

No depoimento perante o juiz, a prevaricadora, da qual não se conhece o nome ou local de residência, não terá sequer contestado a aplicação de qualquer pena, assumindo não só a culpa, como todas as sanções daí decorrentes. As quais, segundo refere o Gazet Van Antwerpen, que divulgou a notícia, terão passado pela cassação da carta de condução durante pelo menos três meses, e também pelo pagamento de uma multa na ordem dos 4.000 euros.

No entanto, se quiséssemos brincar com a situação, diríamos que o argumento da distracção quanto à velocidade a que seguia deveria ter sido tomado em maior conta – afinal, tratava-se de um desportivo de 330 cv, capaz de atingir os 280 km/h. O que, comparativamente aos 238 km/h a que a veterana condutora seguia, leva a acreditar que ainda faltava um pouco até começar a sentir, verdadeiramente, o frenesim da velocidade…