A EDP apresentou lucros de 450 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, um recuo de 5% face aos 472 milhões registados no mesmo período do ano passado, segundo notificou esta quinta-feira a empresa ao mercado. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP indica que o EBITDA consolidado (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ascendeu a 1.902 milhões de euros na primeira metade de 2017, uma queda de 8% face a igual período de 2016.

A capacidade instalada do grupo EDP subiu 7% em termos homólogos, para os 26,2 gigawatts (GW) até junho, um desempenho “impulsionado pela adição de nova capacidade hídrica em Portugal (+988 megawatts) e eólica (+704 megawatts, essencialmente nos Estados Unidos e no México)”.