O Presidente francês, Emmanuel Macron, felicitou esta sexta-feira o primeiro-ministro português, António Costa, por ter conseguido conciliar a “retoma da economia” com “uma política de crescimento e de justiça social”.

“Quero aqui congratular-me com a situação económica de Portugal, que está a melhorar, com um crescimento que acelera, com um défice que recua, um investimento que acelera, o que é uma boa notícia para Portugal mas também para a zona euro. Até porque a zona euro não pode avançar se alguns dos seus Estados-membros estiverem a braços com dificuldades”, acentuou Macron, numa declaração após um almoço com António Costa no Palácio do Eliseu, em Paris.

O chefe de Estado francês, que foi eleito em maio passado e criou um novo partido político em França que venceu as eleições legislativas de junho, aproveitou para elogiar António Costa por ter conciliado o crescimento económico com uma política de cariz social.

Queria felicitar António Costa pela sua ação, que permitiu conciliar, ao mesmo tempo, o restabelecimento das finanças públicas com uma política de crescimento e de justiça social, que permite dar credibilidade a esta retoma [económica]”, assinalou o Presidente francês.

Macron reiterou depois a “vontade comum” de Portugal e França em avançarem em termos de integração e transformação da União económica e monetária.