A mulher de Anthony Scaramucci, Deirdre Ball, terá pedido o divórcio depois de “Mooch” ter aceitado a nomeação para novo diretor de comunicação da Casa Branca. Segundo “várias fontes” citadas pela publicação Page Six, Deirdre “não é fã” de Donald Trump e não apoia as ambições políticas do marido.

“Deirdre não é fã de Donald Trump e não tem apoiado totalmente o marido e a sua decisão de se mudarem para Washington”, afirmou uma fonte próxima da
família à Page Six. A mesma fonte diz que Anthony é “muito preocupado com os filhos, mas que dedica imenso tempo ao seu trabalho para o presidente e para os americanos”.

De acordo com várias fontes que entraram em contacto com a Page Six, suplemento social do New York Post, Ball não concorda com as políticas promovidas por Trump nem com a “ambição política” do marido, e que prefere a “vida em Wall Street” ao “mundo louco” de Washington. Esta separação surge, assim, após três anos de casamento, tendo começado o namoro em 2011. O casal tem dois filhos.

Ball e Scaramucci não confirmaram a separação, mas Mooch ter escrito no Twitter esta sexta-feira a pedir que “deixem os civis fora disto. Eu consigo levar com os ataques, mas peço que deixem a minha família apenas nos vossos pensamentos e orações”.

Anthony Scaramucci chegou à Casa Branca há menos de uma semana e tentou ganhar rapidamente a confiança dos jornalistas que cobrem a Casa Branca; contudo, a revista New York noticiou um telefonema entre um jornalista da publicação e o novo diretor de comunicação, em que este ameaçava demitir todo o staff, com o objetivo de
impedir novas fugas de informação.

Linguagem obscena? Diretor de comunicação de Trump diz que é “linguagem colorida”