Mais de 45 concelhos de 10 distritos do país estão hoje em risco ‘máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, estão com risco ‘máximo’ incêndios de vários concelhos dos distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra, Leiria, Guarda, Vila Real, Viseu e Bragança.

O IPMA colocou ainda em risco ‘muito elevado’ e ‘elevado’ vários concelhos dos distritos de Portugal continental, à exceção do distrito de Viana do Castelo, que está em “risco moderado” e “reduzido”.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre “Reduzido” e “Máximo”.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas

Cerca das 08:20 de hoje estavam em curso 51 incêndios que envolviam 924 operacionais, apoiados por 302 meios terrestres, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Do total dos 51 incêndios, 35 estavam em curso, três em resolução e os restantes 13 em fase de conclusão, adianta a ANPC, que não tem registos de “ocorrências importantes”.

O IPMA prevê para hoje nas regiões norte e centro céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se muito nublado no litoral e com ocorrência de períodos de chuva fraca ou chuvisco até meio da manhã, e uma pequena descida de temperatura, em especial da máxima. Para a região sul, as previsões apontam para céu pouco nublado ou limpo e uma pequena descida da temperatura máxima no Alentejo.

O vento estará fraco a moderado de noroeste, sendo desudoeste no sotavento algarvio durante a tarde, tornando-semoderado a forte no litoral oeste e nas terras altas a partir da tarde, por vezes com rajadas até 60 km/h. As temperaturas máximas previstas são de 28 graus Celsius para Lisboa, 23 para o Porto e 35 para Faro.