Kate Hudson, protagonista de “Como perder um homem em dez dias”, partilhou na segunda-feira uma imagem na sua página de Instagram, onde associava o filme ao afastamento de Antonio Scaramucci de diretor de comunicação de Donald Trump. A brincadeira tornou-se viral, mas a atriz não foi a única a aproveitar-se do insólito.

View this post on Instagram

Box office results are in! The #1 comedy in America!

A post shared by Kate Hudson (@katehudson) on

No Twitter não faltaram reações à decisão de Donald Trump.

“Há uma review de um fã do filme “Como perder um homem em dez dias” no #IMDB feito por alguém com o nome Scaramouche2004. “Devíamos ter previsto”.

“Scaramucci sai depois de dez dias? Desculpa Guerra dos Tronos, a democracia tem mais drama”.

Também a referência ao reality show The Apprentice, no qual Trump era apresentador e onde se mostrava a competição entre 18 executivos por uma posição numa das suas empresas, serviu para ridicularizar a situação. Lê-se no Twitter do apresentador Piers Morgan: “Em The Apprentice, o Trump despedia alguém a cada dois dias, para vossa informação”.

“Se Trump ficar realmente por quatro anos, cada americano vai ter um emprego por alguns dias nesta #CasaBrancaCaótica”.

“O casamento de Kim Kardashian com Kris Humphries durou sete vezes mais que a estadia de Anthony Scaramucci na Casa Branca”.

https://twitter.com/alex_abads/status/892095024153976833?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=http%3A%2F%2Fwww.telegraph.co.uk%2Fnews%2F2017%2F08%2F01%2Flose-guy-10-days-actress-kate-hudson-joins-roasting-anthony%2F

“Faz Retweet se tiveste uma casca de pipoca presa nos teus dentes mais tempo que o “Mooch” esteve na Casa Branca”.

A situação espalhou-se até para criar uma versão das grandes – senão a maior – música dos Queen, Bohemian Rhapsody.

https://twitter.com/BriandaQuinones/status/892171790637838336?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=http%3A%2F%2Fwww.telegraph.co.uk%2Fnews%2F2017%2F08%2F01%2Flose-guy-10-days-actress-kate-hudson-joins-roasting-anthony%2F

“Parece que o #Scaramucci não fazia o Fandango” e ainda “Scaramucci já está fora? Parece-me que Trump não gostava da forma como fazia o fandango”.

Até o dicionário entrou na brincadeira quando pediram, em tom de gozo, que Scaramucci fosse uma unidade de medida temporal. “Claro que sim, fazemos isso num scaramucci”.

A escolha de Scaramucci terá sido feita por influência de Ivanka Trump e do seu marido, numa tentativa de remover Reince Priebus. Apesar de ter durado pouco tempo, este cumpriu o seu objetivo na medida em que fez cair o antigo chefe de gabinete de Trump. A situação não deixa de ser insólita e, claro está, a Internet prova-o.