Aviação

Avioneta aterra de emergência na praia de S. João da Caparica e faz dois mortos

5.806

Uma avioneta aterrou de emergência no areal da praia de São João da Caparica, e fez dois mortos: uma criança e um adulto. Os dois ocupantes saíram ilesos e estão com termo de identidade e residência.

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Autores
  • Rita Ferreira
Mais sobre

Uma avioneta descontrolada aterrou esta tarde de quarta-feira no areal da praia de São João da Caparica, em Almada, atingindo mortalmente duas pessoas: uma rapariga de 8 anos e um homem de 56. As vítimas não tinham relações familiares. Esta informação foi confirmada pela Capitania do Porto de Lisboa e pela Autoridade Marítima Nacional.

Os dois ocupantes da aeronave saíram ilesos e ficaram com termo de identidade e residência, depois de terem sido interrogados pela Polícia Marítima, afirmou Paulo Isabel, capitão do Porto de Lisboa aos jornalistas no local. “Amanhã serão ouvidos pelo Ministério Público”, adiantou também o porta-voz da Autoridade Marítima Nacional.

A mesma fonte explicou que há uma pessoa ferida, “uma senhora que se terá magoado no ombro, nada de grave”, um ferimento que terá feito “a proteger a neta”. A zona da praia onde aconteceu o acidente ficou interditada, mal chegaram os meios de socorro, com a Capitania a garantir que não existiam “riscos associados” à avioneta que ficou a aguardar pela peritagem para ser retirada do local. O aparelho só foi retirado da praia horas depois, ao início da noite.

Imediatamente antes da aterragem de emergência, o piloto da avioneta reportou “mayday” à torre de controlo, o que indica que o aparelho “tinha uma avaria ou anomalia técnica”, explicou o capitão do Porto de Lisboa. Agora vai seguir-se uma investigação judicial, conduzida pelo Ministério Público, e uma investigação técnica, pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA).

De acordo com Paulo Isabel, os “relatos referem que a avioneta se aproximou lentamente do solo, sem ruído“, admitindo que possa ter havido uma “falha mecânica”, o que já está a ser investigado pelo GPIAA. Tratava-se de um voo de instrução, com dois tripulantes: um homem com cerca de 30 anos e outro de 56. Quando saíram do aparelho, os dois ocupantes da avioneta foram insultados por algumas pessoas que estavam na praia e que assistiram ao acidente. Chegaram mesmo a ter de ser protegidos pelos nadadores salvadores.

Uma das testemunhas do acidente contou ao Observador que estava na praia a jogar à bola quando viu uma avioneta aparentemente descontrolada a vir em direção ao areal. Aterrou na areia molhada e atingiu duas pessoas que estavam na praia. No momento que falou com o Observador, estava a chegar a polícia marítima e um helicóptero.

O ambiente na praia foi de grande confusão, com pessoas a chorar e muita gente em torno das duas vítimas mortais. Os dois corpos permaneceram na praia enquanto as autoridades recolhiam elementos para a investigação.

A avioneta particular pertence ao Aeroclube de Torres Vedras, mas estava cedida “há vários anos” à Escola de Aviação G-air, confirmou o comandante do Aeroclube João Carlos Francisco, ao Observador. O comandante garantiu que a avioneta tinha a “manutenção em dia”. O vice-presidente da G-air, Nelson Ferreira, revelou que se tratava de um voo de treino que estava a ser feito por um “instrutor bastante experiente” que terá começado assumido o comando do aparelho a partir do momento em que “se tornou um voo de emergência“. O instrutor, de 56 anos tinha “milhares de horas de pilotagem”, informa uma nota de imprensa enviada pela G-air.

O porta-voz da Autoridade Marítima Nacional explicou que a aeronave “tinha um plano de voo aprovado para voar entre Cascais e Évora. E aterrou em situação de emergência”.

A porta-voz da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, disse ao Observador que o alerta foi recebido às 16h51 e a que a Proteção Civil mobilizou seis veículos e 17 operacionais para a zona. No site da Proteção Civil o caso está a ser descrito como “acidente aéreo”.

Contactado pelo Observador, o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários confirma que já foram informados do acidente que resultou de uma aterragem de emergência e já seguiram para o local para investigar as causas.

O guionista João Quadros está na praia e publicou no Twitter fotos do acidente.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rtavares@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)