Rádio Observador

Segurança

PCP quer fusão de PSP e GNR numa única polícia civil

1.542

Rui Fernandes, da comissão política do PCP, defendeu esta quarta-feira a fusão das duas forças de segurança, que "devem ter uma natureza civil".

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Autores
  • Agência Lusa
Mais sobre

O PCP retomou esta quarta-feira a ideia de fusão da PSP e da GNR numa só polícia, de “natureza civil”, mas não quer um debate à pressa, nem tem um calendário.

“Mais do que apresentar um projeto à pressa, o que nos parece necessário é que o debate se faça e a discussão tenha lugar”, afirmou Rui Fernandes, da comissão política do PCP, numa conferência de imprensa na sede do partido, em Lisboa, sobre forças de segurança.

Apesar de não excluir apresentar um projeto de fusão no curto prazo, Rui Fernandes explicou que não deve haver “assuntos tabu” e que deve começar a discutir-se o assunto, em que as forças de seguranças sejam ouvidas.

Para o PCP, não se coloca uma questão constitucional, quanto à natureza da GNR, força militar, e a PSP, dado que na Constituição as Forças Armadas estão num capítulo e as forças de segurança noutro.

“Para o PCP, as forças e serviços de segurança devem ter uma natureza civil”, defendeu.

Rui Fernandes aludiu ainda aos problemas com que se debatem os agentes — “A atividade das forças e serviços de segurança e a vida dos seus profissionais continuam a ser marcados por muitos e variados problemas, com reflexos no direito das populações à segurança e tranquilidade públicas” — e garantiu que “não haverá melhor segurança enquanto a maioria dos respetivos profissionais se sentir desmotivada, anos a fio sem progressões na carreira, sem estímulos à formação, com meios materiais envelhecidos ou desadequados, com cargas horárias inadmissíveis, a aguardar há anos um subsídio de risco profissional“.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Racismo

A Instrumentalização Política do Preconceito (2)

Vicente Ferreira da Silva e Miguel Granja
132

A ideia de que certos indivíduos membros da espécie humana pelo facto de partilharem alguns atributos arbitrários se esgotam em predicados grupais é objectivamente racista e sexista.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)