Venezuela

Venezuela. EUA insinuam que querem Maduro fora do poder

O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, diz que Trump está preocupado com a situação na Venezuela e que a saída de Maduro é admissível.

Tillerson disse que os EUA receiam que a violência na Venezuela se possa agravar

Cristian Hernandez/EPA

O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, afirmou na quinta-feira que o Governo do Presidente Donald Trump está preocupado com os desenvolvimentos na Venezuela e deu a entender que a saída do Presidente venezuelano é admissível.

O chefe de Estado venezuelano, Nicolas Maduro, acabou de promover a eleição de uma Assembleia Constituinte, com intenção de reescrever a Constituição do país.

Tillerson disse, durante uma conferência de imprensa sobre os seus primeiros seis meses no cargo, que os EUA receiam que a violência na Venezuela se possa agravar.

Em relação ao futuro, Tillerson disse: “Estamos a avaliar todas as opções de política, seja o que podemos fazer para criar condições que levem Maduro a concluir que não tem futuro e queira sair de vontade própria, seja fazer regressar o Governo à sua Constituição”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)