Um Maserati Merak 3000 de 1973, que pertenceu ao empresário egípcio Dodi Al-Fayed, está à venda na Internet, com os especialistas da leiloeira (a Catawiki) a acreditarem que o automóvel possa atingir um valor de 230 mil euros. Desde logo por ter sido propriedade do bilionário que também se tornou ainda mais conhecido, fruto do seu relacionamento com a antiga Princesa de Gales, Diana.

Por outro lado, o facto de terem sido produzidas apenas 781 unidades do Merak 3000, entre 1972 e 1983, converte este Maserati numa peça de leilão bastante apetecida.

Este Maserati Merak 3000 de 1973 tem tudo o que precisa para se tornar num dos melhores carros do mercado hoje em dia. Em primeiro lugar, é um Maserati Merak, com uma cor rara, e de uma edição muito limitada com uma baixa quilometragem de apenas 17 mil quilómetros. O valor adicional do carro está relacionado com a sua história ‘real’, tornando-se assim num verdadeiro objecto de desejo para coleccionadores e entusiastas”, afirma o especialista da Catawiki em carros clássicos Michael Footitt.

Num verde invulgar, de que existirão apenas cinco exemplares, o Merak 3000 que se encontra à venda online tem o número de série 352. Segundo a leiloeira, foi produzido na fábrica italiana da Maserati, por ordem do coleccionador de carros egípcio Mohamed Al-Fayed, pai de Dodi Al-Fayed, que também foi detentor do carro. Em 1980, o carro foi transportado para Londres, o local onde se encontrava a sua colecção permanente de automóveis de luxo.

O anúncio refere que o carro é “totalmente original e que nunca foi restaurado”. Há um senão: está na Finlândia e só lá é que o potencial comprador pode avaliar se lhe importam ou não as “marcas na carroçaria que podem ser vistas nas imagens”.