Rapto

Rapto de modelo em Milão pode ter sido encenado

174

Há suspeitas de que o rapto de Chloe Ayling, em Milão, tenha sido encenado. Testemunhas dizem que a modelo foi vista com o raptor no exterior de uma casa e numa loja de sapatos.

Lukasz já disse que não participou conscientemente em qualquer crime e que o seu envolvimento deve-se à intenção de arrecadar dinheiro para tratar da sua leucemia

Twitter

Há suspeitas de que o rapto da modelo Chloe Ayling, em Milão, tenha sido encenado. Mas o advogado da britânica já veio afirmar que o caso não se trata de uma montagem, depois dos media locais terem suspeitado da história, conta o The Telegraph.

A modelo de 20 anos, supostamente raptada em Itália, foi vista, por moradores, com o alegado raptor no exterior da casa. Algumas dessas testemunhas disseram, à televisão estatal italiana RAI, que viram Chloe Ayling e Lukasz Pawel Herba, o polaco detido pelo rapto, num bar e numa loja de sapatos.

Insinuar que estava envolvida – como eu li em alguns jornais esta manhã – é apenas inconcebível”, disse o advogado de Milan, Francesco Pesce, à Reuters.

Lukasz já disse que não participou conscientemente em qualquer crime e que o seu envolvimento deve-se à intenção de arrecadar dinheiro para tratar da sua leucemia. Segundo o detido, foi contratado por romenos para alugar imóveis na Europa e armazenar a roupa que estes vendiam. Foi-lhe proposto fotografar a modelo pelo valor de 500 mil libras (cerca de 550 mil euros), mas quando percebeu que estes tinham a intenção de a raptar, não aceitou.

Chloe Ayling admitiu à polícia que tinha chegado a Milão no mês passado para uma sessão de fotos e que foi drogada, amordaçada e colocada dentro de uma mala num carro, ficando uma semana à mercê dos captores numa casa de campo em Borgial, uma aldeia perto de Turim.

No final, o raptor terá decidido libertá-la depois de descobrir que era mãe de uma criança pequena e a ter considerado inadequada para o tráfico sexual.

As autoridades, que mantém a investigação ao caso, recusaram-se a fazer declarações.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)