Disponível para encomenda desde Fevereiro, embora nos concessionários dos principais mercados europeus apenas desde Junho, e em Portugal desde meados de Julho, a segunda geração do Opel Insignia parece querer começar o seu percurso comercial com o pé direito. A demonstrá-lo, as mais de 50 mil encomendas já recebidas, número que, refere a marca do relâmpago em comunicado, “excede em muito as previsões da própria Opel”.

Relativamente às viaturas encomendadas até ao momento, destaca-se a opção pela tecnologia, com mais de 86% das unidades a sobressair pelo facto de contarem com o sistema de informação e entretenimento Navi 900 IntelliLink, ao passo que 70% opta pelos bancos ergonómicos AGR. Já 63% das unidades encomendadas inclui os faróis de matriz de LED IntelliLux.

“É óbvio que estamos extremamente satisfeitos com este sucesso da nova geração Insignia”, afirma o director-geral de Vendas e Pós-Venda da Opel, Peter Küspert. “Isto demonstra que o nosso novo topo de gama tem os argumentos certos, desde o design à dinâmica”, acrescenta. Já quanto ao “número elevado de encomendas de equipamento inovador”, Küspert considera que tal traduz que a Opel está “a conseguir chegar a um leque alargado de pessoas e não apenas a algumas”.

Aliás e ainda sobre as escolhas dos clientes, o fabricante de Russelsheim refere que os níveis de equipamento mais elevados, que em Portugal correspondem às versões “Selective” e “Innovation”, são, precisamente, aqueles que têm tido maior procura, atingindo mesmo 60% das encomendas. Desde logo, por já contarem de série não só com os referidos faróis de matriz de LED IntelliLux e sistema de infoentretenimento Navi 900 IntelliLux, como também com painel de instrumentos digital, ar condicionado com controlo electrónico de duas zonas, câmara traseira e outros.

2 fotos

Recorde-se que a segunda geração Insignia está disponível em Portugal com motores a gasolina 1.5 Turbo ECOTEC de 140 cv e 1.5 Turbo de 165 cv, assim como com blocos turbodiesel 1.6 Turbo D ECOTEC de 110 cv, 1.6 Turbo D de 136 cv e 2.0 de 170 cv. Todos propostos com caixa manual de seis velocidades, embora com a possibilidade de optar por transmissão automática de seis relações nas motorizações 1.5 Turbo de 165 cv e 1.6 Turbo D de 136 cv. Já a nova caixa automática de oito velocidades pode ser encomendada para o 2.0 Turbo D.

Os preços iniciam-se nos 28.680€, para o Insignia Grand Sport 1.5 Turbo ECOTEC de 140 cv, e nos 30.980€, para o Grand Sport 1.6 D ECOTEC de 110 cv. Já a Insignia Sports Tourer 1.5 Turbo ECOTEC é proposta a partir de 30.030€, ao passo que a 1.6 Turbo D ECOTEC pode ser adquirida por valores desde 32.330€.