A Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura (SRETC) interditou este sábado, por tempo indeterminado, o acesso ao cais da Ponta do Sol, no oeste da ilha da Madeira, por “eventual desprendimento do afloramento rochoso”.

A Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Administração dos Portos da Madeira, decidiu encerrar o Cais da Ponta do Sol, bem como os seus acessos, ao público, uma vez que o mesmo “não apresentava as condições de segurança necessárias ao seu usufruto, por parte dos seus utilizadores”.

Uma decisão baseada nos resultados do parecer que foi solicitado ao Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) relativo ao estado de conservação e integridade estrutural do referido cais.

Conforme o edital publicado este sábado, fica proibido, “por tempo indeterminado, o acesso pedonal, a navegação e qualquer outra atividade recreativa neste cais”, em virtude da “instabilidade e eventual desprendimento do afloramento rochoso existente no mesmo”.

Os trabalhos de manutenção serão “prontamente iniciados pela APRAM”, conclui a nota da SRETC.