Apesar do investimento feito na mobilidade eléctrica, a Audi tem sido um dos fabricantes que tem procurado reduzir a sua peugada ecológica através da aposta também noutras energias alternativas, como o gás natural. Com o desenvolvimento dessas novas tecnologias a resultar agora no lançamento de mais duas variantes g-tron, ou que conjugam a utilização da gasolina com o gás natural, dos modelos A4 Avant e A5 Sportback. Em Portugal, segundo o que o Observador conseguiu apurar, o lançamento deverá acontecer durante o mês de Outubro.

Já disponíveis para encomenda na Alemanha, embora com apresentação oficial agendada para o próximo Salão Automóvel de Frankfurt, estas duas novas propostas utilizam, a exemplo do A3 Sportback e-tron já disponível no mercado alemão, uma tecnologia híbrida que tem por base uma versão especialmente preparada do conhecido quatro cilindros 2.0 TFSI de 170 cv, para funcionamento tanto a gasolina como a gás natural. E que, podendo ser conjugado tanto com caixa manual de seis velocidades, como com automática S tronic de sete relações, consegue garantir, desde logo, uma autonomia total de 950 km. Sendo que, destes, 500 km serão feitos a gás natural.

O sistema, de funcionamento totalmente automático, está concebido para utilizar primeiramente o gás natural comprimido (GNC), o qual se encontra guardado num tanque especial fabricado em polímeros reforçados de fibra de carbono (CFRP) e fibra de vidro (GFRP), e colocado na estrutura traseira do carro. Com uma pressão máxima de 200 bar e capaz de acomodar até 19 kg de gás natural, a transição para o funcionamento a gasolina acontece sempre que a pressão no interior do depósito desce abaixo dos 10 bares, sinónimo de que não existe mais do que 0,6 kg de gás no depósito.

Por outro lado, apesar da inclusão deste novo depósito, tanto a A4 Avant como o A5 Sportback mantêm as respectivas capacidades de carga nas bagageiras, com a carrinha a anunciar um valor inicial de 415 litros, ao passo que coupé, 390 litros.

Em termos de consumos, o fabricante de Ingolstadt afirma que a carrinha A4 Avant consegue fazer, quando a GNC, valores de 3,8 kg para cada 100 km, ao passo que, a gasolina, o consumo oficial é de 5,5 l/100 km. Já as emissões de CO2, são de 102 g/km quando a funcionar a GNC, e de 126 g/km quando a gasolina.

Quanto ao A5 Sportback g-tron, a Audi fala em consumos de 3,8 kg/100 km de GNC e de 5,6 l/100 km quando a gasolina, sendo que as emissões anunciadas são, respectivamente, de 102 g/km e de 126 g/km. A marca dos quatro anéis garante que, em qualquer dos casos, é possível fazer 100 km com um custo de combustível de apenas 4€. Na Alemanha, bem entendido.

Relativamente a prestações, a Audi refere que a A4 Avant g-tron consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em 8,5 segundos, fixando como velocidade máxima anunciada os 223 km/h, enquanto o A5 a gás natural anuncia acelerações dos 0 aos 100 km/h nos mesmos 8,5 segundos, com a velocidade máxima a surgir aos 226 km/h.

De recordar que os motores a gás natural tendem a emitir menos CO (entre menos 50% a 90% de monóxido de carbono, de que vai resultar menos CO2 uma vez tratado pelo catalisador), menos 50% a 80% de partículas de fumo e menos 50% a 80% de HC (hidrocarbonetos). Apenas nos NOx, a solução GNC não é tão boa face à gasolina, mas este poluente pode ser facilmente controlado e, curiosamente, com sistema já utilizados nos motores diesel. Primeiro com a recirculação de gases de escape, e depois com injecção de AdBlue, associada a um catalisador SCR (Selective Catalytic Reduction), capaz de anular 90% dos NOx, transformando-os em azoto (que representa cerca de 80% do ar que respiramos) e água, como aliás já acontece nos diesel.

Anunciando preços que, para o mercado alemão, começam nos 40.300€ para a A4 Avant g-tron e nos 40.800€ para o A5 Sportback g-tron, os dois modelos vêem assim juntar-se ao A3 Sportback g-tron, proposta que era, até aqui, a única do género disponibilizada pelo fabricante.

Em Portugal, conforme apurámos junto do importador, o lançamento oficial quer da A4 Avant g-tron, quer do A5 Sportback g-tron, quer até mesmo do A3 Sportback g-tron, deverá ter lugar durante o próximo mês de Outubro. Neste momento, só não é possível avançar preços, uma vez que, segundo a mesma fonte, não estão ainda fechados.