Cinema

Cinema português em competição no festival de curtas de Belo Horizonte no Brasil

Quatro filmes portugueses foram selecionados para a competição do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte, marcado para setembro e outubro no Brasil, revelou a organização.

MARTIAL TREZZINI/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Quatro filmes portugueses foram selecionados para a competição do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte, marcado para setembro e outubro no Brasil, revelou a organização.

A 19.ª edição, que começa a 28 de setembro naquela cidade, terá os filmes “Nyo Vweta Nafta”, de Ico Costa, “Pedro”, de André Santos e Marco Leão, e “The Hunchback”, de Gabriel Abrantes e Ben Rivers, na competição internacional. “Nyo Vweta Nafta”, que o realizador português Ico Costa rodou em Moçambique, chega ao Brasil depois de ter sido distinguido no Festival Internacional do Documentário Cinéma du Réel, em França.

“Pedro”, nova curta conjunta de André Santos e Marco Leão, integrou este ano o festival de Sundance, nos Estados Unidos. Baseado numa das histórias de “As mil e uma noites”, “The Hunchback” foi apresentado por Gabriel Abrantes e Ben Rivers na primavera no IndieLisboa.Na secção “Atravessamentos” do festival de Belo Horizonte estará “Altas Cidades de Ossadas”, de João Salaviza e protagonizado pelo rapper Karlon. O festival é organizado pela Fundação Clóvis Salgado.

No ano passado, o prémio de melhor curta-metragem da competição internacional foi atribuído a “Balada de um batráquio”, de Leonor Teles.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Arquitetura

Um museu dos “portugueses eram mesmo maus"?

José Manuel Fernandes Arq.

Reivindico o direito que temos à essência do nosso país, a assumir do seu contributo para o Mundo ao longo dos últimos 600 anos de expansão e colonização. Sem isso pouco Portugal teria dado ao planeta

Museus

Descobertas e má consciência /premium

Paulo Tunhas

O que a conversa contemporânea sobre a palavra “descobertas” faz é omitir os diferentes sentidos da palavra. Tal como para as celebrações de Salazar, é o aspecto político o único que realmente conta.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)