Pressionada pelos rivais alemães e com a nova geração ainda a cerca de um ano de distância (na melhor das hipóteses), a Volvo procura manter a atractividade da série 60 face à concorrência, através do lançamento de uma série especial numerada, cuja maior novidade é o facto de exibir um kit exterior aerodinâmico totalmente em fibra de carbono. E que não só contribui para uma estética mais desportiva e agressiva, como aumenta, em ambas as carroçarias (sedan e carrinha), a downforce em cerca de 30%. Mas, atenção: não serão mais do que 1.500 unidades!

Esta nova série especial, que será proposta tanto na variante S60 como V60, com o nível de equipamento mais desportivo, Polestar, destaca-se pelo facto de não só cada uma das 1.500 unidades surgir numerada, mas principalmente por ostentar um conjunto de soluções aerodinâmicas fabricadas exclusivamente em fibra de carbono. Como é o caso do aileron dianteiro, das saias laterais, e do spoiler traseiro montado na extremidade da tampa da mala, ou então no topo do óculo traseiro, caso se trate da carrinha V60.

Ao contrário do que se possa pensar, este kit não tem funções apenas estéticas, já que, segundo o fabricante, garante uma maior eficácia aerodinâmica, a par de uma downforce acrescida em 30%. Contribuindo assim para melhorar a condução e o desempenho, em qualquer uma das carroçarias.

A certeza da marca sueca relativamente a este conjunto de componentes baseia-se nos resultados conseguidos em testes realizados no circuito alemão de Nürburgring, com os carros da Polestar Cyan Racing que participavam no Mundial de Carros de Turismo de 2016. Os quais conseguiram fixar um novo recorde, entretanto já derrubado, para carros de quatro portas homologados para estrada mais rápidos no circuito alemão.

Além do pacote aerodinâmico, as 1.500 unidades desta série especial distinguem-se por capas dos retrovisores exteriores também em fibra de carbono, novas jantes Polestar em metalizado e preto, além de uma nova matiz exterior denominada “Bursting Blue Metallic”.

Embora não tenha fornecido quaisquer imagens do interior das viaturas, a Volvo assegura que o habitáculo desta série especial destacar-se-á por pespontos de cor contrastante nos estofos dos bancos, a par de bordados personalizados. Embora estas sejam apenas algumas das mais de 250 alterações que, segundo o fabricante, esta série especial apresenta.

A nova série estará disponível apenas com uma motorização, o já conhecido quatro cilindros 2,0 litros turbo, com 367 cv de potência e 470 Nm de binário, que permite ao sedan acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4,7 segundos, com a V60 a necessitar apenas de mais uma décima de segundo para cumprir igual trajecto. Já a velocidade máxima surge electronicamente limitada, em ambas as carroçarias, a 250 km/h.