A jornalista Sofia Branco estará em setembro na Feira do Livro de Gotemburgo, com o livro “As mulheres e a Guerra Colonial”, sendo a única autora portuguesa presente no evento literário sueco. De acordo com a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB), Sofia Branco participará em vários seminários, promovidos pela feira do livro, que se debruçarão sobre memória e colonialismo, sobre mulheres e Jornalismo.

A Feira do Livro de Gotemburgo decorrerá de 28 de setembro a 1 de outubro, tendo a escritora indiana Arundhati Roy como uma das autoras em destaque na programação.

Sofia Branco, jornalista na agência Lusa e presidente do Sindicato de Jornalistas, falará sobre o livro “As mulheres e a Guerra Colonial” a 29 de setembro no ‘stand’ da embaixada do Brasil na feira. Segundo a DGLAB, no universo da literatura em língua portuguesa, além de Sofia Branco na feira estarão presentes o escritor angolano José Luís Mendonça e os brasileiros João Paulo Cuenca, Cristino Wapichana e Mary Cagnin.

Além de Gotemburgo, a autora irá ainda a Estocolmo para encontros com estudantes portugueses, promovidos pelo Instituto Camões.

Editado em 2015 pela Esfera dos Livros, “As mulheres e a Guerra Colonial” é o resultado de dois anos de investigação da jornalista Sofia Branco e cruza histórias de vida de 49 mulheres que foram ‘mobilizadas’, por razões políticas, profissionais, afetivas ou familiares, para a Guerra Colonial.