A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, determinou a abertura de um inquérito à viagem de um funcionário da Secretaria Geral da Administração Interna a São Francisco, EUA, paga pela Oracle, viagem que foi esta segunda-feira noticiada pelo Observador.

Em comunicado enviado às redações, o gabinete de Constança Urbano de Sousa informa que “determinou à Inspeção Geral da Administração Interna a abertura de um Inquérito com vista ao apuramento de todas as circunstâncias relativas a tal participação”.

O inquérito será “alargado às viagens pagas por entidades privadas a funcionários de todos os serviços tutelados pelo Ministério da Administração Interna” e terá de estar concluído em 30 dias.

Oracle. Quadros do Estado viajam aos EUA com tudo pago. Com direito a concerto dos Aerosmith

O anúncio da abertura do inquérito surge “na sequência das notícias vindas a público sobre a alegada participação de um funcionário da Secretaria-Geral da Administração Interna num evento, nos Estados Unidos da América, financiado por uma empresa privada”, detalha ainda o comunicado do MAI.