Presidente Marcelo

Marcelo anuncia participação em janeiro em “grande campanha” de apoio ao leite português

162

Marcelo Rebelo de Sousa considerou que o setor do leite é "prioritário" na economia portuguesa e anunciou que em janeiro vai participar numa "grande campanha" de apoio ao leite português.

No final da visita Marcelo Rebelo de Sousa foi convidado a discursar tendo cumprimentado os produtores

RUI FARINHA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou esta quinta-feira que o setor do leite é “prioritário” na economia portuguesa e anunciou que em janeiro vai participar numa “grande campanha” de apoio ao leite produzido em Portugal.

Marcelo Recebo de Sousa, que falava no final de uma longa visita à AgroSemana — Feira Agrícola do Norte que está a decorrer na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, disse que o setor do leite está “muito bem organizado”, valorizando o facto de ter “resistido num período de crise que aconteceu por razões nomeadamente internacionais”.

Em janeiro vai entrar em vigor um novo diploma sobre a rotulagem que permite identificar o leite português e ao mesmo tempo eu próprio estarei a patrocinar uma grande campanha de apoio ao leite e ao leite produzido em Portugal. É muito importante para as crianças, jovens e para todos os setores da sociedade portuguesa”, disse Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado chegou ao espaço cerca das 17h00, tendo sido recebido quer por autarcas locais, quer por responsáveis do setor agropecuário e leiteiro, com os quais esteve reunido cerca de 40 minutos acompanhado do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos.

Seguiu-se o descerramento de uma placa alusiva à visita e uma visita pelos pavilhões e ‘stands’ da feira, não tendo faltado tempo para as já habituais fotografias e beijinhos. Quem mais prendeu as atenções do governante foram mesmo as crianças dos jardins-de-infância que visitavam a feira e ouviram-se elogios quando o Presidente da República sugeriu juntar o ‘staff’ da feira – “os trabalhadores que tornam isto possível”, como referiu – para tirar uma fotografia. Após vários brindes, a maioria com leite, e provas de petiscos, Marcelo Rebelo de Sousa parou para comprar um queijo que, ainda que a dona da banca quisesse oferecer, pagou retirando prontamente uma nota do bolso.

No final da visita Marcelo Rebelo de Sousa foi convidado a discursar tendo cumprimentado os produtores por estes, disse, “revelarem uma coragem e capacidade de olhar para o futuro notáveis e que merece a compreensão de todos os portugueses”.

A minha presença aqui, a presença do Presidente da República, tem esse significado. É um apoio e um apoio claro a um setor que todos consideramos fundamental, cá dentro e lá fora. É um setor que merece uma compreensão maior da parte de todas as portuguesas e portugueses”, referiu.

O Presidente da República procurou frisar uma “mensagem positiva”: “Houve anos de crise. Estamos a ultrapassar essa crise num setor que sofreu muito com o estreitamento dos mercados internacionais. Houve que repensar a produção, atualizar, montar novos esquemas de distribuição e tudo isso foi feito pelas mãos sobretudo dos produtores”. Sobre a iniciativa, o governante referiu que a “AgroSemana é o exemplo de acreditar no presente e apostar no futuro”.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)