Quando parte do verão é preenchida pela sétima temporada de “Guerra dos Tronos” é estranho falar de setembro como a rentrée. E não dá para esquecer que a terceira temporada de “Twin Peaks” ainda está a decorrer e que no domingo passado estreou-se no AMC Portugal a quarta e última temporada de “Halt And Catch Fire”, provavelmente a melhor série que não vê e que deveria estar a ver: esqueça o factor cliché da frase e siga mesmo o conselho. E, claro, para quem não subscreve os canais TVSéries, a quinta temporada de “House Of Cards” ficou disponível esta semana no Netflix português.

Contudo, a rentrée existe. Há um mundo de novas séries e temporadas para ver na televisão, ou no computador, em setembro. A vida continua depois do último avistamento do rabinho de Jon Snow e para facilitar escolhemos quinze estreias que chegarão a Portugal no próximo mês e mais quatro que verão a luz nesses trinta dias no resto do mundo (isto é, nos Estados Unidos).

“Narcos”: 3.ª temporada

Netflix, 1 de setembro

https://www.youtube.com/watch?v=Ory6b2EJ3Bk

Uma vez terminada a caça a Pablo Escobar, as atenções viram-se agora para o Cartel de Cali. A terceira temporada de “Narcos” apresenta um conjunto de personagens frescas e um novo sistema no funcionamento do tráfico de droga mundial. O Cartel de Cali é dirigido por quatro barões que têm especial apreço em subornar funcionários do governo. Há o que manda nisto tudo, Gilberto Rodrigues Orejuela (Damian Alcazar), o seu irmão, Miguel Rodriguez Orejuela (Francisco Denis), o satélite no México, Pacho Herrera (Alberto Ammann) e o nosso Pêpê Rapazote como Chepe Santacruz Londono, responsável pela gestão em Nova Iorque da rede colombiana de tráfico. Portugal a dar tudo, outra vez, em personagens sul-americanas ligadas ao ilícito.

“BoJack Horseman”: 4.ª temporada

Netflix, 8 de setembro

https://www.youtube.com/watch?v=Bf12qwPWDVI

A série de animação criada por Raphael Bob-Waksberg e com as vozes de Will Arnett, Amy Sedaris, Alison Brie, Aaron Paul e Paul F. Tompkins poderia ser só uma das melhores entradas no catálogo da Netflix, mas é um pouco mais do que isso: é uma das melhores séries da actualidade. E melhora de temporada para temporada, à medida que se entra mais a fundo na história e na psyche de Bojack (Arnett), um cavalo muito preso ao sucesso de uma sitcom que o tornou famoso durante a década de 1990. Tal como as melhores séries de animação, há mais de humano aqui do que parece. Provas? Veja ou reveja o magnífico final de “Fish Out Of Water”, dos melhores minutos que passaram pela televisão no ano passado.

“Fear The Walking Dead”: segunda parte da 3.ª temporada

AMC, 11 de setembro (22h10, episódio duplo)

O spin-off de “The Walking Dead” está longe de se equiparar ao original, mas “Fear The Walking Dead” é alimento simpático para manter a febre zombie acesa até os verdadeiros walkers regressarem no final de outubro. Serve também como bom guia de sobrevivência ao apocalipse, uma vez que está mais centrada no início de tudo e de como a civilização – e a humanidade – se começa a desmoronar.

“País Irmão”: estreia

RTP1, 11 de setembro

Uma das grandes apostas da RTP para a rentrée é produto nacional. “País Irmão” promete trazer uma história com a melhor forma de disfarçar um escândalo: entretenimento. O Governo português está em alvoroço com a possibilidade de um segredo ser revelado e, para distrair o povo, a ministra da Cultura resolve apostar tudo numa telenovela produzida a meias com o Brasil. A ideia é criar a melhor telenovela de todos os tempos para que o país esqueça o que se passa no mundo real. “País Irmão” é realizada por Sérgio Graciano, escrita por Tiago R. Santos, João Tordo e Hugo Gonçalves e o elenco conta com nomes como Virgílio Castelo, Afonso Pimentel, Victória Guerra, Maria João Bastos e Nuno Lopes.

“The Deuce”: estreia

TV Séries, madrugada de 10 para 11 de setembro (02h00)

https://www.youtube.com/watch?v=J7YMlL8x8GE

Criada por David Simon (“The Wire”, “Generation Kill”, “Treme” e “Show Me a Hero”) e George Pelecanos (que colaborou com Simon em alguns dos seus projectos), “The Deuce” traz de volta um universo sempre apelativo à ficção: a Nova Iorque entre a década de 1970 e 1980. Clubes nocturnos, a música, consumo de álcool e drogas, a prostituição e a pornografia e a sida. Um mundo fabuloso que dá pano para mangas e de David Simon pode esperar-se o melhor. A história é especialmente centrada na indústria pornográfica e nos papéis principais estão James Franco, interpretando os gémeos Vincent e Frankie Martino, donos de um clube, e Maggie Gyllenhall, como Candy, uma prostituta que vê nos filmes porno uma alternativa às ruas.

“South Park”: 21.ª temporada

Comedy Central, 13 de setembro

A vigésima primeira temporada de “South Park” não estreia por cá, mas os novos episódios poderão ser vistos legalmente no site da série. E surge nesta lista porque é uma série que merece ser falada sempre e é bem melhor quando vista logo após a transmissão de cada episódio. A actualidade é essencial para compreender cada episódio na sua plenitude e embora por vezes se discuta mais o humor por via de quem se sente ofendido pela série, a verdade é que ninguém faz este tipo de humor – ao longo de vinte anos! – como Trey Parker e Matt Stone. A reinvenção nas últimas temporadas para um formato de continuidade trouxe-lhe frescura e, com isso, uma das melhores criações a gozar com a nostalgia da indústria de entretenimento: as Memberberries.

“American Vandal”: estreia

Netflix, 15 de setembro

Depois dos documentários em volta de crimes reais, dinamizados em força pela Netflix com “Making a Murderer”, “Amanda Knox” ou “Keepers”, e podcasts como “Serial” ou “S-Town”, chegou a vez de um mockumentary para gozar com esse formato. Essa é a proposta de “American Vandal”, oito episódios que tentam desvendar a natureza de um crime de liceu: alguém desenhou uns quantos pénis nos carros dos professores. O que é que pode correr mal aqui?

“Vice Principals”: 2.ª temporada

TVSéries, madrugada de 17 para 18 de setembro (03h45)

Danny McBride e Walton Goggins têm o desejo de serem diretores de um liceu, algo que almejam há anos, e estão dispostos a tudo para fazê-lo. Dispostos a tudo não é exagero, como se pode bem ver ao longo da primeira temporada, onde a humilhação não tinha limites para conseguirem o lugar de Belinda Brown (Kimberly Hebert Gregory). Esta segunda temporada será a última (a série foi idealizada só para ter duas temporadas) desta genial criação de Danny McBride e Jody Hill, responsáveis pelo não menos genial “Eastbound & Down”.

“American Horror Story: Cult”

Fox, 19 de setembro (23h05)

https://www.youtube.com/watch?v=-27J0sR9268

A série de antologia criada por Ryan Murphy e Brad Falchuk dedica a sua sétima temporada a palhaços. E com Donald Trump na presidência (começa no dia da noite eleitoral). “American Horror Story” é uma criação fetichista do imaginário do terror e embora por vezes seja algo embelezada, os seus criadores conseguiram criar universos perversos que vão além do sangue e do susto. Acaba por ser uma série que é mais assustadora pelo que conta do que pelo que mostra (o embelezamento do terror torna-o mais digerível). “Cult” conta com caras já conhecidas das temporadas anteriores, como Sarah Paulson, Cheyenne Jackson, Evan Peters ou Frances Conroy, bem como algumas novas: Billie Lourd, Alison Pill, Leslie Grossman e Lena Dunham.

“Jerry Before Seinfeld”

Netflix, 19 de setembro

“Jerry Before Seinfeld” será o primeiro de dois especiais de Jerry Seinfeld na Netflix. Este mostra o humorista de volta aos clubes de Nova Iorque a contar piadas que escreveu durante a década de 1970. Além de Jerry Seinfeld, em setembro há mais stand-up a chegar à Netflix, como “Marc Maron: Too Real” (5 de setembro) e “Jeff Dunham: Relative Disaster” (12 de setembro).

“The Good Place”: 2.ª temporada

Netflix, 21 de setembro

Esta série de comédia da NBC criada por Michael Schur (“The Office”, Parks & Recreation” e “Brooklyn Nine-Nine”) conta como será a vida depois da morte, no céu, um lugar utópico que tem o nome da série. A primeira temporada não chegou a estrear em Portugal, mas chega na sua totalidade à Netflix a 21 de Setembro juntamente com a segunda, cujos episódios estrearão semanalmente no serviço de streaming. Nos papéis principais pode-se contar com Kristen Bell, William Jackson Harper e Ted Danson no seu melhor. Porque Danson só sabe dar o seu melhor.

“Star Trek: Discovery”: estreia

Netflix, 25 de setembro

A nova série de Star Trek chega a Portugal via Netflix, com os episódios a serem transmitidos semanalmente, 24 horas depois da sua estreia nos Estados Unidos na CBS. A história decorre dez anos antes dos eventos da série original e acompanha a tripulação da USS Discovery, numa altura em que existe uma espécie de guerra-fria entre a Federação dos Planetas Unidos. É esperar para ver se esta criação de Bryan Fuller e Alex Kurtzman será tão boa como o reboot cinematográfico.

“This Is Us”: 2.ª temporada

Fox Life, 28 de setembro (22h20)

A primeira temporada de “This Is Us” foi uma das grandes estreias no ano passado. A série dramática da NBC, criada por Dan Fogelman, foi uma valente surpresa e foge um pouco à convenção das ficções em volta de famílias. Sim, é preciso estar sentado com um pacote de lenços ao lado, mas “This Is Us” é muito mais do que um rio de lágrimas. Um jogo entre o passado e o presente de três irmãos — dois deles são gémeos e o terceiro é adoptado, mas nasceu no mesmo dia — e a ligação com os seus pais. Apesar da primeira temporada ter terminado com episódios substancialmente inferiores aos iniciais, é de esperar que bom drama aconteça nesta temporada. Ah, e tem uma banda-sonora exímia.

“Transparent”: 4.ª temporada

TV Séries, 30 de setembro (22h00, episódio duplo)

https://www.youtube.com/watch?v=-EsXMS1YfYs

Se não fosse por mais nada, vale a pena ver “Trasnparent” porque tem Jeffrey Tambor. A criação de Jill Solloway é uma das melhores produções para televisão da Amazon (as desilusões têm sido muitas), conta a história do patriarca (Tambor) que se assume como mulher transgénero e segue a influência que isso tem na sua família. Tem drama e alguma piada. Mas é sobretudo Jeffrey Tambor que agarra.

“Curb Your Enthusiasm”: 9.ª temporada

HBO, 1 de outubro

Alguma batota agora. A TVSéries ainda não anunciou “Curb Your Enthusiasm” na sua programação mas é de esperar que tenha estreia simultânea tal como as restantes produções da HBO. Outra batota é que se estreia já em Outubro. São mais de seis anos sem novos episódios em volta da vida imaginada de Larry David e o mundo tem sofrido com isso. São seis anos dolorosos. Não dá para esquecer que a espera vai finalmente acabar em pouco mais de um mês.

E no resto do mundo (nos EUA, portanto)…

“You’re The Worst”: 4.ª temporada

FXX, 6 de setembro

https://www.youtube.com/watch?v=vtFPFzTK60w

“You’re The Worst” nunca passou em Portugal, mas é uma óptima série de comédia sobre depressão, em volta de duas personagens tóxicas e a sua tentativa de terem uma relação. É uma excelente série criada por Stephen Falk (que já escreveu para “Weeds” e “Orange Is The New Black”) e conta com Chris Geere (um escritor britânico a viver em Los Angeles) e Aya Cash (uma promotora musical) nos papéis principais.

“The Orville”: estreia

Fox, 10 de setembro

https://www.youtube.com/watch?v=Yy9sKeCE8V0

Eventualmente a nova criação de Seth McFarlane (“Family Guy” e “American Dad”) chegará cá. “The Orville” aproveita a estreia de “Star Trek: Discovery” para criar uma paródia em volta da ficção científica e, claro, do universo “Star Trek”. Tudo decorrerá dentro da USS Orville, uma nave de exploração espacial, que terá como capitão o próprio McFarlane.

“Broad City”: 4.ª temporada

Comedy Central, 13 de setembro

https://www.youtube.com/watch?v=dJRpvsDjLrk

Ilana Glazer e Abbi Jacobson criaram uma das melhores séries sobre a geração dos Millenials e os que nasceram um pouco antes disso. É hilariante, actual e é extremamente bem filmada e montada. Não se percebe o porquê de ninguém pegar nisto cá. Mas é obrigatório saltar por cima disso, “Broad City” é fenomenal e vale a pena inventar um estratagema qualquer para se ter uma conta no Hulu e ver isto. Ou pirataria.

“Nathan For You”: 4.ª temporada

Comedy Central, 21 de setembro

https://www.youtube.com/watch?v=GJ9xBooAADM

Em tempo de startups e de futuro, um programa como “Nathan For You” é essencial. Aliás, deveria haver um Nathan para cada um de nós. Nathan Fielder anda pelos Estados Unidos à procura de negócios que precisam da sua ajuda. Ele providencia. Da forma mais original e impossível-possível. E é por isso que é televisão obrigatória: é crime não rir com Nathan. A série passa na SIC Radical, por isso é de esperar que eventualmente a quarta temporada se estreie por cá.