Uma base aérea para drones civis, a primeira do tipo na China, abriu em Xangai, no leste do país, informou hoje a Autoridade da Administração de Aviação Civil da China (CAAC).

A base, situada no distrito de Qingpu, vai servir milhares de aviões não tripulados, num país onde estes aparelhos são muito populares.

Os drones na China devem voar a uma altitude inferior a 150 metros, além de que todos os voos de teste devem ser controlados por questões de segurança, dado que “a atividade dos drones ilegais transformou-se num problema na China, especialmente nos aeroportos”, indicou a agência de notícias oficial Xinhua.

Existem mais de 120 mil aviões não tripulados registados no gigante asiático, segundo dados da Associação de Proprietários de Aeronaves e Pilotos da China.

A China tem aproximadamente meio milhar de fabricantes de drones e o mais conhecido, DJI, representa quase 70% do mercado mundial.

Estes dispositivos, inicialmente utilizados ao serviço de determinados domínios profissionais, como o cinema, expandiram-se muito nos últimos anos para o uso recreativo, mas também para outras áreas, nomeadamente segurança ou agricultura.