A embaixada norte-americana em Portugal reagiu, através das redes sociais, às “falsas informações” sobre o nível de ameaça terrorista que circularam nas redes sociais na quinta-feira. Numa “mensagem de segurança para os cidadãos americanos”, a embaixada dos EUA não desvaloriza o aviso para serem evitadas grandes concentrações de pessoas.

Ainda na quinta-feira, a secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda, garantiu que a informação era falsa e que o grau de ameaça se mantinha “moderado”.

Alerta terrorista em Lisboa? Os rumores e os desmentidos

Na mensagem, a embaixada informa os cidadãos sobre “falsas notícias tendo em conta a ameaça terrorista em Portugal estão a circular nas redes sociais. Os supostos alertas, que circularam sobretudo no WhatsApp, diziam que a embaixada e a polícia avisavam sobre terroristas em Lisboa, e que centros comerciais, hotéis e grandes aglomerados de gente deviam ser evitados”.

A embaixada rapidamente as desmentiu, informando que “confirmou com a polícia e com outras fontes que não existem razões para tal. A polícia confirmou que o nível terrorista em Portugal permanece inalterado (moderado)”, lê-se no comunicado publicado também já no site oficial.

Security Message for U.S. Citizens: Social Media Message Regarding Terrorist Threat Contains False InformationThe U.S….

Posted by Embaixada dos EUA em Portugal on Thursday, August 31, 2017

Na quinta-feira uma série de mensagens circularam nas redes sociais alertando para o risco iminente de ataque terrorista em Lisboa, alegando que o nível de ameaça tinha aumentado para “iminente” (o mais elevado de cinco). Esta informação foi rapidamente desmentida – e a internet reagiu.