Onde a atriz Elizabeth Taylor chegou a mergulhar, numa piscina com água limpa e tamanho olímpico, está agora um buraco entregue ao musgo e à chuva que se vai acumulando. Há árvores onde havia salões de convívio, graffitis onde estavam os quadros de pintores famosos e escombros onde havia salas de jogos.

O cenário contrastante com aquele que aparecia nos postais dos anos 60 foi encontrado por Pablo Iglesias Maurer, um fotógrafo apaixonado por lugares abandonados, quando folheou um livro cheio de imagens desses tempos. Decidiu ir aos mesmos sítios ver no que se tinham transformado. Não sobrou nada dos tempos áureos dos resorts do século XX.

A aventura de Pablo Iglesias Maurer começou quando um livro empoeirado chegou à secretária do fotógrafo. Lá dentro, havia postais com lugares de luxo de um lado e mensagens carinhosas do outro: uns falavam de saudades e de amor, outros desejavam felicidades aos noivos em lua de mel. Mas os lugares onde todas essas memórias tinham sido criadas, veio a descobrir Pablo, estavam agora debaixo de pó e musgo.

O projeto, no entanto, entusiasmou Pablo, que encomendou através do eBay mais postais dos anos 60 e comprou mais viagens até aos sítios retratados nas cartas. Tudo o que encontrou pode ser comparado nas imagens desta fotogaleria.