Economia

Crescimento da economia da UE acelera no 2º trimestre, Portugal com menor subida mensal

O crescimento da economia acelerou quer na zona euro quer na União Europeia entre abril e junho, em termos homólogos e face ao primeiro trimestre, com Portugal a registar a menor subida mensal.

A economia acelerou em todos os Estados-membros para os quais há dados disponíveis

MARIJAN MURAT/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O crescimento da economia acelerou quer na zona euro quer na União Europeia (UE) entre abril e junho, em termos homólogos e face ao primeiro trimestre, divulgou esta quinta-feira o Eurostat, com Portugal a registar a menor subida mensal (0,3%).

Segundo revelou o gabinete oficial de estatísticas da UE, o Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro cresceu, no segundo trimestre, 2,3% e na UE aumentou 2,4%, face ao mesmo período de 2017.

Entre janeiro e março o crescimento homólogo da economia foi, respetivamente, de 2,0% e 2,1%.

Na variação em cadeia, o PIB da zona euro subiu 0,6% e o da UE 0,7%, depois de ter aumentado 0,5% em ambas nos primeiros três meses do ano.

A economia acelerou em todos os Estados-membros para os quais há dados disponíveis, tendo Portugal registado o menor crescimento trimestral do PIB (0,3%), a par do Reino Unido.

A República Checa (2,5%), a Suécia (1,7%), a Roménia (1,6%) e a Holanda (1,5%) registaram os maiores crescimentos face ao trimestre anterior.

Em termos homólogos, a Roménia (5,7%), a Estónia e a Eslovénia (5,2% cada), a Letónia (4,8%) e a República Checa (4,7%) registaram as maiores subidas no PIB.

A economia portuguesa cresceu, entre abril e junho, 2,9% em termos homólogos.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Caixa Geral de Depósitos

Caixa para que te quero

Inês Domingos

Centeno quis a toda a força financiar a Caixa para lá do que seria aparentemente preciso, mas disse no Parlamento que não tem interesse no resultado da auditoria que revelou os desmandos socialistas. 

Liberalismo

Por uma alternativa política

Manuel Loureiro
338

Vivemos contentes com crescimentos poucochinhos, resignados a um aperto económico com que as famílias vivem? Se em 1974 ganhámos a democracia, não estará agora na hora de lutarmos pela liberdade?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)