A secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais da Madeira, Susana Prada, admitiu esta quinta-feira haver suspeita de fogo posto no incêndio florestal na Tabua após visita ao comando das operações instalado no Paul da Serra.

À margem das deliberações do Governo, a governante madeirense disse à comunicação social que as suspeitas se fundamentam no facto de o fogo ter irrompido “a meio da noite e num local inacessível”, adiantando que a situação “está mais calma” e que espera que fique controlada ainda hoje.

Susana Prada esteve no sítio da Pedreira, onde foi instalado o posto de comando do Serviço Regional de Proteção Civil (SRPC), para se inteirar do ponto de situação relativamente ao fogo que lavra no Paul da Serra.

O fogo da Tabua deflagrou na madrugada de quarta-feira num local de difícil acesso e, depois de ter sido dado como controlado, na tarde de quarta-feira, reacendeu-se e alastrou-se às serras da Lombada da Ponta do Sol e hoje ao Paul da Serra.

Segundo o SRPC, sete corporações de bombeiros estão no local com 46 operacionais e 16 viaturas, não estando habitações em perigo.