A Cotovia vai publicar, entre setembro e outubro, as obras Um Amor Feliz, do romancista alemão Hubert Fichte, e Os meus amigos, do francês Emmanuel Bove. A primeira, com tradução de José Maria Vieira Mendes, será apresentada no dia 22 de setembro, na Cinemateca Portuguesa, e a segunda, com tradução de Manuel Resende, sairá em outubro.

Além dos livros de Fichte e Bove, a editora vai publicar, em setembro, Epístolas, o segundo livro de Horácio (com tradução de Pedro Braga Falcão) a sair pela Cotovia (o primeiro, Odes, foi editado em 2008), e o segundo volume da coleção “Leituras de um mito”, Eco e Narciso. O prefácio e organização é de Abel N. Pena e a introdução de Nereida Villagra.

Em outubro, vai ser editado Tempo de espalhar pedras, de Estevão Azevedo, vencedor do Prémio São Paulo de Literatura de 2015. O escritor brasileiro vai estar pela primeira vez em Portugal no final de outubro, para participar no FOLIO — Festival Literário Internacional de Óbidos.

Entre novembro e dezembro, vai ser lançada uma nova chancela, a Libelinha, dedicada a textos de humor contemporâneo. A editora promete dar mais informações em breve.

Exposições, conversas e outras iniciativas

A par da atividade editorial, a Cotovia estará envolvida numa exposição dedicada ao escritor Hubert Fichte, Mistake! Mistake! said the rooster… and stepped down from the duck, que será inaugurada no espaço Lumiar Cité no dia 23 de setembro, às 17h, com organização da Maumaus. Esta irá incluir trabalhos de cinco artistas plásticos — Gabriel Barbi, Ramiro Guerreiro, Ana Jotta, Euridice Kala e Simon Thompson –, inspirados na obra do alemão.

Além disso, irá decorrer a partir de 17 de outubro um ciclo de conversas intitulado Tradução e Edição de Teatro — Debate e Leituras. O debate será moderado por Mariana Oliveira e terá como convidados o dramaturgo e tradutor José Maria Vieira Mendes, o tradutor Manuel Resende, o ator e encenador Diogo Dória, entre outros. O evento irá decorrer na sala Bernardo Sasseti do Teatro São Luiz, no âmbito dos 30 anos da Cotovia, celebrados em 2018, e terá mais três sessões a partir de janeiro.

Até lá, pode sempre visitar a livraria da editora no número 24 da Rua Nova da Trindade onde, até 19 de setembro, vai decorrer uma Feira de Livros Manuseados. Os preços variam entre os 3 e os 10 euros.