Oceanos

Oceanos mobilizam mais de 50 países em fórum que arranca hoje em Lisboa

175

Delegações de mais de 50 países, incluindo 38 ministros e secretários de Estado, são esperados no fórum internacional sobre oceanos "Oceans Meeting" que começa esta quinta-feira, em Lisboa.

Portugal pretende mobilizar a comunidade internacional para a necessidade da preservação dos oceanos

J. FONTES/LUSA

Delegações de mais de 50 países, incluindo 38 ministros e secretários de Estado, são esperados no fórum internacional sobre oceanos “Oceans Meeting”, uma iniciativa promovida pelo Governo português que começa esta quinta-feira, em Lisboa.

O encontro, que decorre até sexta-feira e se realiza este ano sob o lema da saúde dos oceanos e a saúde humana, inclui uma reunião ministerial, uma conferência internacional com investigadores e sessões de contacto empresarial sobre inovação e sustentabilidade dos oceanos.

Com esta iniciativa, Portugal pretende mobilizar a comunidade internacional para a necessidade da preservação dos oceanos, envolvendo políticos, cientistas e empresas.

Além de delegações dos países, estarão representantes de entidades internacionais, como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), a Organização Marítima Internacional e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Na sessão de abertura da reunião ministerial, na sexta-feira, de onde sairá uma declaração de compromisso global para a preservação dos oceanos, são esperadas as presenças do primeiro-ministro, António Costa, da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e do comissário europeu para a Investigação, Inovação e Ciência, Carlos Moedas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Global Shapers

Oceanos de oportunidade

James McCarthy-Price
154

Ironicamente, a indústria das ondas está a navegar para longe de Portugal e a ir para outros locais, sendo apenas uma das indústrias de uma armada cada vez maior que compõe a economia azul emergente.

Mundial 2018

O dia em que o Panamá marcou um golo /premium

Bruno Vieira Amaral

É incrível como um jogo sem história – tal a diferença entre as duas equipas – acaba por ser histórico. Essa é uma das magias do Mundial, a dos pequenos prazeres estatísticos que proporciona.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)