Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo atribui a mais importante ordem honorífica a Esquadra 751

3.211

O Presidente da República atribuiu a mais importante ordem honorífica à Esquadra 751, da Força Aérea Portuguesa. Na cerimónia de condecoração, Marcelo elogiou a devoção e sacrifício pela Pátria.

À chegada e antes da cerimónia, o Presidente da República começou por fazer uma breve visita à Esquadra 751

MIGUEL A. LOPES/LUSA

O Presidente da República atribuiu esta segunda-feira a Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, a mais importante ordem honorífica, à Esquadra 751, da Força Área Portuguesa, que já salvou 3.706 vidas nas suas missões.

Reconheço a missão cumprida e humildemente agradeço o mais elevado heroísmo, abnegação, devoção cívica, sacrifício pela pátria e pela humanidade. Pumas, vós sois o orgulho de Portugal“, disse Marcelo Rebelo de Sousa na cerimónia de condecoração que decorreu esta tarde na Base Aérea do Montijo, distrito de Setúbal.

À chegada e antes da cerimónia, o Presidente da República começou por fazer uma breve visita à Esquadra 751, onde à entrada está uma placa com o número de vidas salvas nas missões de busca e salvamento, que esta segunda-feira vai já em 3.706.

Não pode haver maior talento, maior graça, do que a generosidade de oferecer a própria vida – o valor mais sagrado da nossa sociedade e direito inviolável – para que uma outra vida aconteça”, elogiou o chefe de Estado.

O “eloquente anonimato de quem cumpre a sua missão não para ser conhecido ou reconhecido, mas apenas para servir” mereceu ainda o destaque de Marcelo de Rebelo de Sousa. “Como é sublime o talento destas mulheres e destes homens, que fazem suas as tragédias dos seus semelhantes, por entre as tempestades, sacrificando a sua própria vida”, enalteceu.

Através do exemplo dos Pumas revela-se à sociedade civil, na opinião do Presidente da República, “a importância do investimento das Forças Armadas em tempo de paz, através do emprego de plataformas e de tripulações aptos a servir os propósitos das operações de âmbito militar, mas também das ações de apoio humanitário”. “Dando também devido relevo à instituição militar, essencial para o país e que merece respeito e consideração de todos, sem exceção”, considerou.

Os elementos da Esquadra 751 descolam do Montijo, do Porto Santo ou da Terceira, e, recordou Marcelo Rebelo de Sousa, “tantas vezes às horas em que o povo dorme, sempre no silêncio do cumprimento da missão”. “Missão essa que é seguramente das que mais honram e dignificam a nação portuguesa”, observou, dando ênfase à “grandiosidade do ato do salvamento de uma vida, mas também à extrema complexidade que envolve”.

Na cerimónia estiveram alguns daqueles que foram salvos por esta unidade da Força Aérea Portuguesa desde 1978, presença que para o Presidente da República “significa missão cumprida”. Sob o lema “Para que outros vivam”, ao longo dos 39 anos de história, a Esquadra 751 já executou mais de 56.800 horas de voo, mais de 23.459 horas com a aeronave EH-101 Merlin.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

A lobotomia nasceu aqui /premium

Alberto Gonçalves
1.108

Quando não estão a pagar impostos ou a ver a CMTV, as vítimas vão tirar “selfies” com os carrascos e prometem-lhes devoção e votos. Os portugueses apreciam ser humilhados ou não percebem o que são?

Rui Rio

PSD: tanta Silva e Penedos no Rio

José Pinto

As sondagens provam que a erosão do PS de Costa não é acompanhada pela subida firme ou sustentada do PSD. Há uma orfandade que pode abrir espaço para o surgimento de uma nova proposta partidária.

Mundial 2018

O dia em que o Panamá marcou um golo /premium

Bruno Vieira Amaral

É incrível como um jogo sem história – tal a diferença entre as duas equipas – acaba por ser histórico. Essa é uma das magias do Mundial, a dos pequenos prazeres estatísticos que proporciona.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)