A polícia inglesa tem um novo mecanismo para impedir que carros atropelem uma multidão. Segundo a Metropolitan Police, este equipamento consiste numa rede comprida com pregos de volfrâmio. Ou seja, um veículo até 17 toneladas que passe por cima da rede não só ficará com os pneus furados como a própria rede ficará enrolada nas rodas da frente, impedindo-o de circular.

Além de que a própria rede, apelidada de “garra” (talon), fará com que o veículo derrape em linha reta, reduzindo o risco de atropelamento e facilitando a abordagem ao condutor por parte dos agentes. Quando a rede estiver no chão, serão colocados sinais na parte da frente e detrás para avisar os condutores e peões da sua localização.

A rede é facilmente transportável, podendo ser movida por dois agentes em menos de um minuto e foi testada este domingo, durante uma parada da Naval Association, em Whitehall (Londres).

“Este equipamento tem sem dúvida o potencial de salvar vidas e é apenas uma das medidas que estão a ser tomadas para dar proteger as multidões em grandes eventos em Londres”, afirmou o inspetor chefe Nick Staley.

A polícia inglesa refere ainda que é provável que esta rede passe a ser presença habitual em eventos que concentrem várias pessoas.

2 fotos

Tal como referiu Staley, é apenas uma das medidas tomadas pelas autoridades para impedir atropelamentos em massa, como os que se verificaram em atentados terroristas de Londres, de Nice e, mais recentemente, de Barcelona.

As autoridades já colocaram blocos de betão na Ponte de Westminster, na Ponte de Londres e à volta de praças na capital inglesa e serão instaladas outras barreiras que impeçam o atropelamento em massa, refere o Independent.